Ir para conteúdo principal
Logotipo
Conteúdo Principal
19/05/2020 Educação, Cultura, Desposto e Lazer
COMPARTILHAR NOTÍCIA

SMEC estuda modalidades de recuperação das horas letivas

Discussões buscam a melhor forma de recuperar as horas letivas, do período de suspensão das aulas, com a aplicação ou não de atividades não presenciais e a organização do calendário escolar, quando do retorno às aulas.

Variados setores da sociedade passam por transformações profundas, neste momento caótico quando o mundo enfrenta a pandemia do novo coronavírus (covid-19). Tudo para se adequar aos protocolos de saúde e que previnem a disseminação do contágio, mas sem perder a eficácia e qualidade dos serviços e produtos. Assim também é na Educação. A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) de Bom Jesus está empenhada neste sentido, desde o mês de março, quando foram suspensas as aulas presenciais no Estado e também por Decreto Municipal.

Liderados pela secretária Maria Niza Almeida Hoffmann, com o apoio das coordenadoras pedagógicas da SMEC e participação através de encontros, discussões com as direções e coordenações pedagógicas das escolas de Ensino Fundamental e de Educação Infantil e do Conselho Municipal de Educação, que buscam a melhor forma de recuperar as horas letivas, do período de suspensão das aulas, a aplicação ou não de atividades não presenciais e a organização do calendário escolar, quando do retorno às aulas.

“Estamos preocupadas com o andamento do ano letivo de 2020”, frisa a secretária Maria Niza. Segundo ela, levantamentos mostram que existe possibilidade de recuperação das horas referentes ao período até o final de maio, sem acontecer atividades não presenciais durante a pandemia, o que representa um total de 192 horas de suspensão. “Persistindo a suspensão em junho, ainda há possibilidades de recuperação, sem atividades não presenciais, porém corre-se o risco de acarretar uma sobrecarga para alunos e professores. A SMEC já realizou encontros, com gestores e supervisores e estes com seus professores. Já temos várias sugestões e formas de recuperar as horas letivas, não se posicionando contrárias às atividades não presenciais, porém entende que estas devem ocorrer após a pandemia, juntamente com o retorno das aulas presenciais, pois assim o aluno terá e encontrará no professor, com contato periódico, para orientação e esclarecimento de dúvidas, sanando dificuldades que surjam com as atividades não presenciais”, destacam a secretária Maria Niza e as coordenadoras pedagógicas da SMEC, Lúcia Valim e Karine Ciotta Lima.

Foi proposta, também, a realização de uma pesquisa que será aplicada para dois públicos (uma para professores e outra para pais e alunos) visando a avaliação da situação das famílias e docentes, direcionando assim ações quanto à possibilidade de realização de aulas não presenciais caso se estenda a suspensão. Decretos Federal, Estadual e Municipal apontam neste momento que as medidas de distanciamento social e suspensão das aulas presenciais prosseguem pelo menos até o dia 15 de junho. Em Bom Jesus, o Decreto 7.244, de 15 de maio de 2020, antecipa pelo prazo de 12 dias, a contar de 19 de maio a 30 de maio, o recesso escolar (férias do meio do ano/parada/descanso) previsto para a rede municipal de ensino.

Assim mais uma vez a SMEC reforça o pedido para que toda a comunidade estudantil participe das pesquisas, respondam aos questionamentos e até apresentem sugestões e ideias que podem ser aplicadas na recuperação e volta às aulas. Pais e comunidade em geral que tenham dúvidas quanto ao processo e situação da educação neste tempo de pandemia, podem contatar diretamente nas escolas ou, ainda, na SMEC pelo telefone 32372658 ou 32372552.

Outras Notícias

Conteúdo Rodapé