Precisamos tomar medidas para melhorar a gestão

Na manhã desta terça-feira, dia 5 de maio, o prefeito Frederico Arcari Becker manteve-se ocupado no gabinete em reunião com o secretariado e o foco central foi quanto a necessidade de tomar medidas impactantes para melhorar a gestão, melhorar as ações em todas as pastas. O prefeito iniciou saudando a todos e agradecendo pelas orações e pensamentos positivos que lhe foram transmitidos no período em que esteve afastado que teriam lhe garantido forças para enfrentar o processo de cabeça erguida com a confiança em seu retorno ao cargo. Também destacou o empenho daqueles que atuaram para a vitória nas urnas com Diogo Gtrazziotin Dutra e Valfredo Fonseca.

Segundo Frederico, a equipe deve manter a serenidade e não se abalar com as críticas rancorosas daqueles que perderam a eleição. “Devemos, sim, identificar o que é rancor e o que é crítica construtiva para que possamos redirecionar as ações e atender ou ao menos minimizar os problemas enfrentados pela comunidade”, ressaltou. “Temos que trabalhar para melhorar a qualidade de vida das pessoas, mas sem demagogia. Quero que todos trabalhem bem, me representem bem, pois temos compromisso com o povo e para atendermos as demandas precisamos melhorar”, enfatizou Frederico.

Novamente o prefeito cobrou dos secretários a resolução de problemas recorrentes e que já foram apontados em outras reuniões. Também citou que este período serviu para uma análise da situação e que na campanha eleitoral a comunidade mostrou os pontos que devem ser atacados.  “Temos que dar sequência às políticas publicas que implantamos. E temos que dar andamento em casos como o da iluminação pública que obrigatoriamente temos que solucionar, precisamos executar o loteamento do Bairro Santa Catarina, fazer funcionar o britador, entregar os uniformes, manter o hospital, continuar os calçamentos”, salientou.

Outro assunto importante da pauta foi quanto a realização da 13ª Festa da Gila e 6ª Festa do Queijo Artesanal Serrano. O prefeito pediu que a comissão faça uma avaliação geral da situação para esclarecer a viabilidade de realização do evento. Diante do que se apresenta, o Decreto que cancelou o evento deve ser revogado e a Festa será realizada, talvez com investimento menor e num formato menos imponente devido às dificuldades geradas pela eleição suplementar marcada pela Justiça, “mas vamos sim fazer a Festa”, destacou o prefeito Lico. A efetivação da edição deste ano do evento, prevista para os dias 12 a 16 de julho, será definida nesta semana e imediatamente deve-se começar a execução com licitações, contratações e divulgação.

Após a reunião com todos, o prefeito discutiu com cada secretário situações específicas de cada pasta. Duas pastas estão sem secretário: de Obras (estava sendo atendida temporariamente pelo prefeito em exercício Rafael Silveira) para a qual está sendo estudado um nome e de Governo - ainda indefinido se alguém assume a titularidade.

Fonte: Assessoria de Comunicação